Canto de Azeche, de S. Pedro de Moel.

 

oil.shale.open.pit.mine

No século passado, registou-se actividade de exploração de asfaltos (Os asfaltos e betumes são misturas de hidrocarbonetos de elevado peso molecular, essencialmente sólidos, que correspondem geralmente a petróleos brutos, originalmente líquidos. Encontram-se, principalmente, à superfície ou a pequena profundidade, impregnando areias e outras rochas porosas ou preenchendo fracturas. Certos precursores dos petróleos podem apresentar-se sob a forma de hidrocarbonetos sólidos muito pesados em rochas como os xistos e os calcários betuminosos. Quando aquecidas, natural ou artificialmente, estas rochas geram hidrocarbonetos líquidos e gasosos), possivel nas minas situadas em Canto de Azeche no litoral de S. Pedro de Moel.

“Neste contexto não podemos deixar de fazer uma pequena referência a Portugal, onde a primeira exploração de produtos betuminosos teve início no ano de 1844, após ter sido descoberta, no ano anterior, a minha de asfalto denominada Canto de Azeche, em Pataias, concelho de Alcobaça (Hoje concelho da marinha Grande).
(…) a exploração dessa mina foi feita com regularidade e continuidade até ao ano de 1849, havendo, no entanto, indícios de que se prolongou até cerca de 1861.
Com o asfalto proveniente da mesma teriam sido asfaltadas todas as estações de caminhos-de-ferro desde Lisboa até Elvas e desde o Entroncamento até ao Porto, e bem assim todo o pavimento da Alfândega de Lisboa, o Lazareto, muitas obras particulares e o alto da Rua do Alecrim, que se conservou mais de 40 anos.
À descoberta da mina de Canto de Azeche outras se seguiram, tais como as de Pedras Negras, Lugar da Granja, etc, mas é escassa a informação relativa aos trabalhos de exploração nelas desenvolvidos.”

Fonte: O universo da Indústria Petrolífera – Da Pesquisa à Refinação, dos autores Jorge Salgado Gomes e Fernando Barata Alves.

Em 2012 a detentora da concessão era a Mohave Oil and Gas. A empresa abandonou todas as concessões em 2014/2015
Contrato assinado em 2007 cobre aproximadamente 251,059 net acres. Mais de 90% desta concessão fica off-shore em águas com menos de 75 metros. Esta concessão contêm 3 trends (possibilidades) e 4 perspectivas bem definidas.
Foram realizados 1000km2 3-D seismic (vigilância) sobre as áreas de perspectiva. No futuro irão se utilizar os dados sísmico para oportunidades com baixo risco económico.
Fontes rochosas de Shale com carbonato (Calcário; bicarbonato de cálcio), rica em matéria orgânica

gaseoduto-portugal

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s