Rio Maior, Gás e Petróleo ou Armazenamento?

A Galp assinou um acordo com a Mohave Oil & Gas que lhe permite participar nas concessões de gás natural que a empresa americana explora em Portugal.  O acordo estabelecido dá a opção de participar até 10% na concessão de Rio Maior

Rio Maior

Em 1996, como tese de doutoramento apresentada à Faculdade de Ciências da universidade do Porto, a Dra. Deolinda Maria dos Santos Flores Marcelo da Fonseca, apresenta o “Estudo Petrológico e Geoquímico dos Carvões da Bacia de Rio Maior”. No entanto o estudo petrográfico dos carvões na Bacia de Lignites e Diatomitos de Rio Maior foi iniciado por Flores em 1987. Uma das conclusões do trabalho é que “Os carvões de Rio Maior apresentam-se como potenciais produtores de hidrocarbonetos gasosos e líquidos”.

Rio Maior também foi inserido nos estudos para a possibilidade de construção de cavidades no subsolo para armazenar gás: “o resultado dos primeiros trabalhos de prospecção e pesquisa, em 1943 por iniciativa de Sr. Francisco Brito (administrador da companhia Sais de Potássio Lda.),destinados a reconhecer a possível existência de sais nas regiões de Leiria, Caldas da Rainha e Óbidos. Anteriormente a essa data não se conheciam jazigos de sal-gema em Portugal, no entanto a existência de águas salgadas que alimentavam as marinhas de Leiria e Rio Maior faziam prever a sua descoberta. Os trabalhos comportaram um reconhecimento por prospecção sísmica e sondagens, a descoberta de sal-gema nas áreas referidas teve como consequência a extensão das pesquisas a outras areass, tais como os diapiros de Monte Real e Matacães ” (ZBYSZEWSKI, 1971)

ponto131(2)

Atualmente, o gás natural comercializado em Portugal é importado do exterior da União Europeia, sendo a Argélia e a Nigéria os dois grandes fornecedores.
O gás proveniente da Argélia chega à Península Ibérica através do gasoduto Magreb-Europa, que entra pelo sul de Espanha e depois entra em Portugal passando  na zona de Rio Maior.

Concessões foram garantidas em Agosto de 2007 que cobrem aproximadamente 314,812 net acres. A área contêm 3 “trends” (tendência para petróleo), foi utilizada o 2-D de pesquisa para identificar locais para mais investigação futura.

Em 2011 a companhia MohaveOil&Gas anuncia um investimento de 49 milhões de euros para encontrar petróleo nas suas concessões (Aljubarrota, Rio Maior, Torres Vedras, Offshore São Pedro de Moel e Offshore Cabo Mondego).

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s