Petróleo, Península de Setúbal e libertários.

O movimento libertário promoveu, no Sábado, dia 22, um debate sobre a fractura hidráulica.

CartazFractura1O Centro de Cultura Libertaria, com Sede em Cacilhas, Almada foi o organizador. A sua intenção foi, e é, informar os habitantes da península de Setúbal para os planos das corporações de petróleo nesta área de Portugal. Trocar informações com outros grupos, ou indivíduos que dizem não á instalação de poços de extracção de gás e petróleo em Portugal. Como procurar informação, informarmo-nos melhor, como levar a informação que se vai recolhendo á população em geral e principalmente quais as formas que se pode criar para agir foi o mote do debate.

Tudo começou ás 16 com a apresentação do documentário Gasland, que mais uma vez deixou estupefactos e preocupados aqueles que ainda não sabiam o gaslandque passa nos EUA devido à técnica de extração Fractura hidráulica ( fracking), e que se pode repetir no pequeno Portugal.

Depois iniciou-se o debate entre os presentes.  Entre os presentes estavam, O blog gasnaturalnao.wordpress, o recente grupo criado no Barreiro depois do debate que lá se organizou, www.movimentoantigasdexistobarreiro.wordpress.com, habitantes locais e libertários. O debate seguiu pelo jantar dentro, não parou no café e continuou.

Ainda existem algumas duvidas do que se passa no Barreiro devido ao secretismo dos relatórios e de pouca informação revelada pelas corporações, câmaras e estado. Como aconteceu no Barreiro, um grupo vai ser criado em Cacilhas, Almada para procurar e divulgar informação sobre a extração de gás e petróleo na península de Setúbal. O grupo do Barreiro está a preparar um comunicado para entregar na assembleia municipal, para exigir informação sobre o processo de exploração de petróleo no Barreiro. Pode-se ler no comunicado “ Há rumores que a exploração começou no Barreiro, região com um importante lençol freático, mas igualmente zona de enorme e perigosa instabilidade sísmica. Urge consciencializar a população dos perigos associados a esta prática e sobretudo gerar um forte movimento cidadão empenhado da defesa da vida e do património ambiental. Os primeiros passos foram já dados nesse sentido por um grupo de activistas; é fundamental que essa voz se multiplique e fortaleça.”

Sairam ideias para acções. Podemos começar pela ideia de se criar uma apresentação para ir ás escolas, ações de rua, participação em encontros ambientalistas. Também se quer encontrar biólogos, geólogos, técnicos industriais, ex trabalhadores em empresas petrolíferas, profissionais da saúde e grupos ambientalistas, dos direitos humanos e direito dos animais e cidadãos das localidades onde se faz planos para explorar gás ou petróleo que se queiram unir, que tenham criado, ou que vão criar  um grupo anti extração de petróleo em Portugal e no mundo. E muito importante os indivíduos entre si trocaram ideias, conhecimentos, discutiu-se formas de resistência e actuação social.

Este foi o segundo debate sobre a extração de gás ou petróleo na península de Setúbal em pouco tempo, e já se criou um grupo, um comunicado, um blog, já se criaram mais activistas. Outro grupo vai ser formado em Cacilhas e mais ideias sairão. Está-se também a preparar um debate na Caldas da Rainha, que está no meio da exploração de gás de xisto na zona oeste centro ( Alcobaça, Torres Vedras, Rio Maior, Alenquer). As Caldas também foi estudada e parece ser o melhor local para criar armazéns subterrâneos de gás natural.

Em 2012 quando iniciou o blog gasnaturalnao.wordpress  não se falava na extração de gás de xisto ou outro tipo de petróleo. Este ano, 2014, o Jornal MAPA  escreveu um artigo sobre o assunto, que despertou em seus leitores a necessidade de procurar mais informação e divulgá-la. O resto pode ser História e tu podes fazer parte dela, se te preocupas com a sustentabilidade mundial, com o comportamento humano e suas consequências no ecossistema cria o teu blog, o teu grupo e junta-te a esta luta contra a exploração de gás e petróleo em Portugal e no Mundo.

O CCL mais uma vez abriu as suas portas à comunidade para as informar e procurar ajudar nos problemas que a comunidade reconhece e naqueles que não sabem existir. Mais uma vez, mesmo com as dificuldades que grupos e indivíduos libertários ( os perigosos terroristas) atravessam devido ás condições sociais, repressão por parte da policia e estado, e desconhecimento por parte da população sobre o que representam devido á imagem passada pelos media e pelas corporações, que mete medo e afasta as pessoas, um pequeno mas consistente grupo levanta-se em defesa do ambiente, das águas, e do povo, contra todas as dificuldades… a favor de ti!

Ecolog√≠a radical TB(A)SMInforma-te sobre a extração “ não convencional” de gás e petróleo em Portugal e no mundo e reage!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s