EDP (Energias de Portugal) , TTIP, Shale Gas e Corpus Christi (USA)!

Com o Acordo Atlântico (TTIP) a ser aprovado, a Europa deixará de ser politicamente e legislativamente o grupo que mais defendia o Ambiente, que mais leis de bem estar animal aprovou, e que mais legislou para o bem-estar humano. Passaremos como cidadãos a estar expostos a mais gases efeito de estufa, a alimentação mais adulterada e tóxica, a água privatizada e contaminada, a leis que proíbem o autoconsumo de energias renováveis, a uma medicina cada vez mais técnica e menos natural, a leis para defender o “interesse nacional”, a mais neo-capitalismo, e abertos a mercados controlados por multinacionais, deixaremos de ser “europeus” e passaremos a ser Globalizados. Apesar de só agora a classe política se preparar para abrir as portas da democracia ao capitalismo globalizado, as condições para tal tem sido preparadas há muito, o TTIP será mais a “legalização” de objetivos económicos dos grandes grupos corporativistas acompanhado com a deterioração das condições de vida, de segurança, de saúde, de liberdade… da morte. Produtos ilegais na Europa, como areias betuminosas (Tar Sands) ou a Fractura Hidraulica (Fracking) começam a ter lugar no nosso ar, nas nossas águas, nas prateleiras do supermercado, na política, na segurança, na energia.

O negócio entre a EDP e a Corpus Christi Liquefation assinado em 2014 é um exemplo disso. Em nome da segurança energética europeia e portuguesa, compra-se gás de xisto aos EUA.

A CCL é uma subsidiária da Cheniere Energy, Inc.

O negócio com a EDP é fechado com a compra de 1 bcm (bilião de metros cúbicos) de gás natural liquefeito por ano, num período de 20 anos. A EDP espera começar o armazenamento do gás em 2020, estando á espera da finalização do projecto Trem 3, do CCL. A EDP escreve na sua página: “ Esta transacção contribui para o cimentar do posicionamento da EDP como detentora de um portfolio diversificado de fontes de gás natural, permitindo a perseguição de uma estratégia de valorização dos activos EDP, sejam eles as centrais eléctricas a gás natural; a sua carteira de clientes de gás; ou a capacidade de procurar outras oportunidades no mercado de gás natural.”

O gás será transportado em barcos fretados pela  EDP. Charif Souki, CEO da CCL disse “A EDP é a maior fornecedora de eletricidade e o segundo fornecedor do gás em Portugal, é o segundo cliente do projecto”. Também é um grande “player” nas operações de eletricidade e gás em Espanha, é a maior geradora de eletricidade e um dos maiores de distribuição e gás da península ibérica. Está presente em 13 países.

A Cheniere Energy tem sede em Houston e opera o Sabine Pass LNG terminal e o Creole Trail Pipeline. Uma sua subsidiária opera o Sabine Pass Liquefaction Project. Também está em mãos um projecto para infraestruturas de liquidificação perto de Corpus Christi. As primeiras exportações do C.C.  estão previstas para 2018.

O gás que a EDP está a comprar é gás natural não convencional (Shale Gas) da Eagle Ford Shale.

Podes saber das consequências deste projecto nas comunidades locais e das lutas da população local: Aqui

NÃO AO GÁS DE XISTO (SHALE GAS); NEM AQUI NEM EM LADO NENHUM!!!

” Com a produção e o consumo de energia sucede algo análogo ao caso da tecnologia industrial: nas condições presentes é impossivel que a sociedade se aproprie da energia sem analizar bem as suas necessidades” Los Amigos de Ludd; Las ilusions Renovables:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s