Utilização controlada (Wise Use)?

A utilidade dos meios naturais veio trazer o mercado, o trabalho e a dependência. Nos dias de hoje ambientalistas, defensores dos animais, permacultures, naturistas, cientistas, agricultores, etc são ameaçados, perseguidos não só pelo governo, mas também por grupos “independentes” financiados por igrejas, corporações, apoiados por policias, congressistas, etc.

Todo o sistema económico mundial se baseia nesta premissa, que é: “Nós humanos temos o direito de usar a terra, o ar, a água e os animais para nosso proveito pessoal e para assegurar a segurança financeira e política nacional. Se existe é para nosso proveito. Esta frase é a descrição do Wise Use.

As corporações de extração de minérios, petróleo e gás e madeireiras são os alicerces deste movimento. Para eles não há problema com o ambiente, camada de ozono ou com as águas se forem controlados por pessoas sérias, bons cidadãos com valores antigos. Mistura, política, religião, fascismo, agricultura, criação de gado, violência, etc… Contra ambientalistas de todo o tipo….

Não és americano, és contra o abate de árvores, criação de animais para lucro, queres a água para os peixes, o ar para os pássaros, os químicos eliminados da ciência, queres acabar com o rural, não respeitas a constituição. Cuidado nós queremos-te matar….para defender a América.”  Wise Use (good americans).

WISE-USE ( Utilização controlada)

O termo foi cunhado em 1910 pelo lider da U.S. Forest Service e progressista político Gifford Pinchot para descrever o seu conceito de colheita sustentável de fontes naturais.

O movimento “Wise Use” é uma linha da frente das industrias e uma organização anti-ambientalistas fundada por Ron Arnold nos anos 80, primeiramente para lidar com assuntos relacionados com madeireiros e mineiros na zona oeste dos EUA. Promovem a expansão dos direitos de propriedade privada e redução da regulamentação governamental nas propriedades publicas. Descrevem o uso do meio ambiente como “comandante da nave terra, ar e água” para o beneficio do ser- humano. O movimento é apoiado por corporações de extração de matéria prima, firmas de construção, populistas e conservadores políticos. As políticas são orientadas por free-market enviromentalists, relações publicas de empresas e grupos religioso fundamentalistas.

Os mais importantes serão: Alliance for America; American Land Riths Association, Cato Institute, o Center for the Defense of Free Enterprise, People of the West, The Blue Ribbon Coalition e o Heartland institute.

Inspirou um numero de grupos incluindo o grupo “Share” na província British Columbia (B.C.)no Canadá. Estes grupos são financiados por grandes corporações. (por exemplo, a B.C. Forest Alliance era financiada no seu inicio por um executivo da Burson- Marsteller. As suas campanhas são conhecidas como “Astroturf”.

“ Grande parte dos grupos são fundados por empresas de minagem, madeireiras e companhias de químicos. Dizem que, o buraco na camada de ozono não existe, que os químicos cancerígenos nas águas e no ar não são nocivos para ninguém e que as árvores não crescerão bem se não houver Clear Cut’s, com subsídios do governo.

Os prepotentes sofreram com a derrota de Bush e a exposição nos média das conexões dos seus fundadores com o Rev. Sun Myung’s Unification Church ( marcada por acusações de culto e teorias neo-fascistas), mas o movimento recuperou rápido.

Para os Wise user’s, os ambientalistas são pagões, eco-nazys, e comunistas que tem de ser guerreados e ameaçados.”

The Militia Movement and Klamath Falls

Depois do atentado terrorista à bomba de Timothy McVeigh’s em 1995 em Oklahoma City, a Militia parecia entrar em declínio. Mas em Klamath Falls, no entanto, conseguiu organizar-se agressivamente, engolindo protestantes locais ao marcar ativistas dos estados vizinhos, e usando o problema das águas para doutrinar e recortar agricultores locais para a sua causa.

A Montana Human Rights Network (MHRN), que monitoriza as atividades da extrema direita radical, obteve cópias de e-mais trocados entre membros da Militia, algumas das quais defendiam o uso de armas de fogo. Petty Wentz, observadora federal escreve que os Wise Use membres, auto intitulam-se “Good Americans”, “Patriots” e “Revolutionaries”.

Um protestante local, Gavin Rajnus, um agricultor que alinhou em desobediência civil para proteger as suas águas, foi doutrinado por um comerciante local… Pelos Bons americanos ele aprendeu sobre os altos salários e despesas astronómicas nas campanhas ecológicas levada a cabo pelos ambientalistas. Aprendeu que “ as crianças estão a levar uma lavagem cerebral nas escolas pelas celebrações do Earth Day, enquanto o mesmo grupo faz campanha política contra o presidente Bush”.

Rajnus ficou convencido que os ambientalistas lideravam uma campanha para levar o país ao socialismo ou pior… comunismo. Também acreditava que o Wildlands Project, queria por humanos enjaulados em cidades e deixar o resto do oeste para habitat natural.

O Sierra Times, web site com ligações á Militia é editado por J.J. Johnson, fundador do Ohio Unorganized Militia.

De acordo com Johnson, os agricultores ligados à Militia estão realmente em guerra a favor da raça humana. “As forças contra nós dizem estar a tentar salvar o peixe, nós tentamos salvar humanos. Na nossa cabeça, a espécie mais ameaçada é o homem em si. Podemos ser o maior grupo de resgate e salvamento, ainda mais importante que o histórico Berlin Airlift” Diz Johnson

Convoy of Tears

Em Agosto de 2001, uma campanha saiu de Montana e de outros estados para apoiar os fazendeiros de Klamath, chamaram-se de “Convoy of Tears” ( um nome que ecoa , ironicamente, o Trail of Tears” do inicio de 1800, no qual os nativos americanos foram forçados a abandonar os seus terrenos pelo governo dos EUA, com a morte de centenas durante a marcha forçada para os campos de deslocados).

O Talk Show de Jonh Stokes da KGEZ, um apoiante da Militia foi convidado, e não apareceu mas enviou uma swastica de 10 pés pintada de verde com slogan “este movimento verde é baseado no nazismo”. Parece que nunca foi usada.

Jack Redfield, membro do departamento da policia de Klamath Falls, também é dono de um rancho, entregou bifes que tinha conseguido, num barbecue para celebrar uma pequena vitória dos agricultores devido ás aguas. De uniforme, pôs um chapéu de cowboy branco e disparou num discussão sobre “os chamados ambientalistas e as nossas agências federais” que acusou de “terrorismo doméstico diretamente contra a economia americana… Quando se expande a crise aos outros 50 estados nos EUA com este caminho, estamos a olhar para a destruição para a vida de milhões de pessoas e dos negócios… penso que o potencial de violência extrema, até à extensão de guerra civil, é possível se ações não forem tomadas num futuro próximo para remediar esta tragédia

Redfield apontou os ambientalistas ativistas locais Andy Kerr a Wendell Wood. “não é preciso muito para Andy Kerr e Wendell Wood lançarem uma resposta extremamente violenta” disse, “estou a falar de revoltas, homicidios, destruição de propriedade como barragens que guardam a preciosa água para a comunidade de agricultores”

“ O movimento Wise Use é uma coligação de mais ou menos 100 grupos, nacionais, locais e estatais. A sua existência por esse nome data de 1988 na “Multiple-Use Strategy Conference onde participaram 200 organizações, maioritariamente ocidentais, incluindo corporações industriais de matéria prima natural, associações de comércio, firmas de advogados especializadas em regulamentação ambiental, e grupos recreativos. A conferencia produziu uma agenda legislativa para “destruir os movimentos ambientalistas” e promover o “wise-use” do mundo natural “

James, McCarthy.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s