Oil Shale

Considerações ambientais

Oil shale envolve inúmeros impactos ambientais, especialmente em mineração de superfície que em mineração debaixo de chão.

Inclui drenagem ácida induzida por uma súbita exposição e oxidação de matérias antes enterrados, a introdução de materiais como mercúrio nas águas, aumento da erosão, emissão de gás enxofre e poluição ambiental causadas pela produção de partículas durante o processamento, transporte e actividades de apoio. Em 2002, cerca de 97% da poluição do ar, 86% do lixo e 23% da poluição das águas na Estónia deriva da industria de energia, que utiliza oil shale como a fonte principal de energia.

A combustão e o processo termal geram lixo. As emissões atmosféricas incluem dióxido de carbono , a gases efeito de estufa. Cria um aumento das emissões de gases efeito de estufa do que o petróleo tradicional. A secção 526 do Energy independence and security proíbe as agências dos EUA de comprar produtos derivados do petróleo que produzem mais gases efeito de estufa que o petróleo convencional. O processo de captura e armazenamento de carbono pode reduzir algumas destas preocupações, mas vão sempre poluir os lençóis de água.

A indústria oil sands levanta preocupações devido ao uso da água. Em 2002, a indústria oil shale usou 91% da água consumida na Estónia. Podem utilizar entre 1 a 5 barris por barril de petróleo oil shale produzido.

Oil shale

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s